Esperança

 

A esperança é a virtude teologal pela qual buscamos o céu, confiamos nas promessas de Cristo, e no Espírito Santo. Por meio dele, “justificados pela Sua graça, sejamos herdeiros da vida eterna” (Tito 3:6-7 ). A esperança busca a felicidade do homem porque a esperança sustenta-o, liberta-o do desânimo, preserva-o do egoísmo e conduz à felicidade na terra e no céu.

Jesus revelou a esperança nas de bem-aventuranças, proclamando que aqueles que sofrem na terra são abençoados no céu. Esta esperança “não decepciona” (Romanos 5:5), porque Jesus avançou “como nosso precursor” (Hebreus 6:19-20), e esperamos perseverar “até o fim” (Mateus 10:22) para alcançar o céu.

A esperança, firmemente fundada em Deus, é necessária à salvação. Deus prometeu-nos ajuda espiritual, mas frequentemente não usamos a Graça do Espírito Santo. A esperança é a âncora da alma recebida no sacramento do Batismo, e é expressa e reforçada na oração. “Venha a nós o vosso reino” faz parte do Pai Nosso.

A é a perfeição do intelecto, e a Esperança é a perfeição da vontade. Esta virtude é o desejo de Deus, o objeto último da esperança, e todos os meios que nos ajudam a crescer em espiritualidade são objetos intermediários de esperança.

Advertisements
This entry was posted in Português and tagged . Bookmark the permalink.