Caridade

 

A caridade ou o amor é a virtude teologal pela qual amamos a Deus sobre todas as coisas para Seu próprio bem, e ao nosso próximo como a nós mesmos, por amor de Deus. A caridade é uma virtude suprema porque une Deus e o homem no amor perfeito, e também une o homem a o próximo, pelo amor de Deus. Jesus deu-nos um novo mandamento: “Um novo mandamento vos dou: Que vos amais uns aos outros; assim como Eu vos amei.” (João 13:34) Cristo exige que amemos todos, especialmente os nossos inimigos, os nossos vizinhos, e as viúvas, e amemos as crianças e os pobres como ao próprio Cristo. A caridade purifica e eleva o amor humano à perfeição do amor de Deus.

O apóstolo Paulo deu-nos uma definição incomparável da caridade: 

“A caridade é paciente, a caridade é benigna, não é invejosa; a caridade não é ciumenta, não é arrogante, não é pretensiosa, não é rude, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal, não se alegra com a injustiça, mas rejubila com a verdade. Tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.”   (1 Coríntios 13:4-7)

A caridade é a maior das três Virtudes Teologais. No Céu, a Fé e a Esperança cessarão porque não necessitamos de ter Fé para o que já conhecemos, nem Esperança para o que já possuimos. Mas continuaremos a amar eternamente a Deus e ao próximo.

Advertisements
This entry was posted in Português and tagged . Bookmark the permalink.