Cristo Atravessa Samaria


Palestina na época de Jesus

As viagens de Cristo foram meticulosamente planeadas, e a Sua atividade decorreu em tempo útil segundo o relógio divino. O tempo foi um fator na jornada de Cristo através de Samaria. O Seu ministério teve um enorme sucesso em conversões através dos seus discípulos, que atraíu a inveja dos Fariseus. Eles eram os mais vocais e influentes das três maiores sociedades religiosas da Terra Santa.

Para ministrar em ambiente menos hóstil, Cristo viajou da Judéia, no sul, para a Galiléia, no norte, passando por Samaria.  Situa-se entre a Judéia e da Galiléia, mas passando por Samaria não era a rota mais viável entre as duas províncias, em parte porque Samaria não era considerada parte da Terra Santa e havia hostilidade entre Judeus e Samaritanos.

O Senhor não hesitou em atravessar Samaria, porque como o Salvador de todos os homens, teve de enfrentar a desconfiança e a inimizade latente entre Judeus e Samaritanos, ministrando aos Samaritanos.

Quando Jesus e seus discípulos viajaram para o norte, chegaram a uma cidade chamada Sicar, em Samaria. O apóstolo João afirmou que “o poço de Jacob estava lá,” e considerou-o uma “fonte” e uma “cisterna” porque a água provinha da chuva e de uma fonte subterrânea. O Senhor estava cansado e sentou-sei, quando ele chegou à beira do poço.

A seguinte passagem bíblica relata a viagem da Cristo da Judeia ao poço de Jacob na Samaria:

“Jesus soube que os fariseus ouviram dizer que ele reunia mais discípulos e batizava mais do que João – se bem que Jesus mesmo não batizasse, mas os seus discípulos. Por isso, saiu da Judéia e voltou para a Galiléia. Era preciso que ele passasse pela Samaria. Chegou, pois, a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, perto da propriedade que Jacó tinha dado a seu filho José. Havia ali a fonte de Jacó. Jesus, cansado da viagem, sentou-se junto à fonte. Era por volta do meio-dia.”  (João 4:1-6)

 

Advertisements
This entry was posted in Português and tagged . Bookmark the permalink.