Parábola da Figueira

 

“Aprendei, pois, esta parábola da figueira: Quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão. Igualmente, quando virdes todas estas coisas, sabei que ele está próximo, às portas. Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas estas coisas aconteçam.”  (Mateus 24:32-34)

Os eventos de A Grande Tribulação anunciarão a iminência de A Segunda Vinda de Cristo, e A Parábola da Figueira aplica-se a um período de tempo pós-tribulação.

A profética Palavra de Deus é tão certa e segura como o resto da sua mensagem. Os anjos recolherão os eleitos espalhados por todas as nações e levá-los-ão para o céu. Estamos preparados para o encontro com Cristo?

“E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda; A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade.” (2 Tessalonicenses 2:8-12)

O Anticristo dominará durante A Grande Tribulação que visa a condenação das pessoas que não aceitaram Cristo como seu Salvador. Irmãos, busquem e abracem Cristo agora, sem demora, no período da Divina Misericórdia. Consultem o artigo de A Divina Misericórdia e a Segunda Vinda.

Advertisements
This entry was posted in Português and tagged . Bookmark the permalink.